Notícias
Como funciona o filtro de piscina?

Como funciona o filtro de piscina?

Email this to someoneShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPrint this page

Qualquer piscina precisa de um filtro, mecanismo que mantém a água limpa e livre de impurezas. Você já deve conhecer o básico sobre ele, as funções principais, mas você sabe como funciona? São informações importantes para todo proprietário de piscina, já que, no caso de alguma complicação no sistema, é bom ter pelo menos uma noção do que deu errado, para saber como consertá-lo.

O trabalho do filtro de piscina começa pelo skimmer, acessório responsável por levar a água até o tanque. Este contém uma areia especial, destinada ao tratamento físico da água, fazendo a limpeza e tirando sujeiras como folhas, algas e bactérias, que ficam presas no material. Após isso, a água faz o caminho de volta à piscina. Esse processo recomeça do zero a cada 6 horas, todos os dias (período recomendado para manter a água cristalina).

Além dessa operação principal, o filtro possui outras funções que garantem o correto funcionamento do sistema. É o caso da retrolavagem, que é feita apenas quando há um grande acúmulo de sujeira na areia, dificultando a filtração. Para resolver isso, o sentido de circulação da água é invertido e o resíduo é expulso para o esgoto.

Qual o melhor filtro?

Ainda que os de areia sejam mais comuns, também existem no mercado filtros de cartucho ou terra diatomácea. Em geral, o funcionamento dos três é parecido, mas na hora de escolher o mais adequado para sua piscina, é preciso considerar alguns fatores além da qualidade que todos procuram, já que não é apenas isso que determina qual deles é o melhor para cada caso.

O filtro de cartucho tem a vantagem de utilizar um produto facilmente substituível. Porém, a manutenção deve ser regular, devendo ser limpo semanalmente. Por outro lado, o filtro de terra diatomácea utiliza pequenos seres fossilizados, que são aplicados numa grelha parecida com o cartucho, e caracteriza-se pela alta eficiência de filtragem. A terra tem o poder de purificar a água de uma forma mais minuciosa, porque consegue reter sujeira microscópica.

A maioria das pessoas conclui que a terra diatomácea é melhor por causa da sua eficiência, e de fato trata-se de um material muito bom. No entanto, é importante pensar também na potência da bomba, na capacidade da piscina e se o sistema é de fácil manutenção, por exemplo, antes de decidir qual filtro adquirir.

Saiba como cuidar do filtro de piscina

Embora os filtros precisem de pouca interferência manual, já que fazem a maioria das suas funções de forma automática, é importante tomar algumas medidas para não causar algum dano ou sobrecarregá-lo.

  • Confira qual tipo de material o sistema de filtração utiliza. Cada um precisa de cuidados específicos;
  • faça limpeza manual com uma peneira ou algum outro acessório para retirar objetos grandes ou excesso de sujeira;
  • não permita que a bomba do filtro funcione sem que haja água circulando;
  • realize a retrolavagem no momento certo, sem deixar passar muito tempo;
  • use um timer para o filtro e programe o funcionamento do motor, garantindo que tudo seja feito no período certo.

Já pensou em ter sua própria piscina ou dar um up na sua empresa com uma piscina diferente? A Geopools é especialista no sistema modular para piscinas em concreto, método inovador no mercado. Entre em contato com um dos nossos representantes por telefone ou preencha o formulário de contato para saber mais.

Deixe um comentário!

0 Comentários

Comente